Viagem de avião com bebê: saiba tudo sobre o assunto

16 de Janeiro de 2019

Viajar em família é tudo de bom. São nesses pequenos momentos que se constroem grandes memórias que vão te acompanhar pelo resto da vida. Mas, quando se tem um bebê de colo junto, vários pontos merecem atenção pra que tudo dê certo durante a viagem, não é mesmo? Por isso, separamos aqui algumas dicas que vão facilitar sua preparação para uma viagem de avião com bebê. Vamos nessa?

Primeiramente, é importante saber que não existe uma idade mínima para viagem de avião com bebê. Existe uma idade ideal, que é depois dos 3 meses, quando o bebê já tomou as principais vacinas necessárias, como a BCG e a meningocócica C conjugada. É melhor evitar viagens com recém-nascidos, pois eles são mais vulneráveis a pegar doenças e infecções em ambientes com os quais não estão totalmente acostumados.

Outro ponto que merece bastante atenção é a documentação. Para voos nacionais, basta apresentar o documento de identidade (RG) ou a certidão de nascimento original. Para voos internacionais, na América do Sul (exceto Suriname e Guianas), o RG original em bom estado e com foto recente também é válido. Para todos os outros países, o passaporte é imprescindível, além do visto (quando exigido). Se a viagem for feita sem um dos pais, os pais podem incluir uma autorização de viagem no próprio passaporte para que o menor de 18 anos viaje apenas com um dos genitores. Sem esse documento, é necessário registrar uma permissão no cartório a cada viagem ao exterior.

Uma dica essencial é adaptar a viagem às necessidades do bebê. Pense nos horários de sono e prefira esses momentos para estar dentro do avião. Avise a companhia que você está viajando com criança pequena e pergunte se é possível reservar assentos nas fileiras dianteiras, mais espaçosas.

Você tem o direito de embarcar antes em uma viagem de avião com bebê, reivindique! Além disso, verifique se você pode levar seu bebê no colo durante a viagem. A maioria das companhias aéreas cobra uma taxa muito baixa para levar o seu filho no colo. Em viagens longas, porém, fica difícil levar a criança o tempo todo no colo. Para assegurar um bercinho a bordo – desde que ela tenha até 2 anos ou pese até 10 quilos, faça a reserva por telefone pelo menos 48 horas antes. A maioria das aéreas cobram taxa pelo berço.

Durante a decolagem, o bebê pode sentir um enorme desconforto nos ouvidos. Para evitá-lo, ofereça o peito, mamadeira ou chupeta. O movimento que o bebê fará com a boca ajudará a minimizar o mal-estar.

E uma última dica bem legal: prefira uma mochila à uma bolsa quando for escolher a mala de mão do bebê. Dessa forma, você fica com as mãos livres.

Gostou? Provavelmente também irá se interessar nas 7 dicas práticas e infalíveis para viajar com crianças.