5 comidas da culinária goiana que você precisa experimentar

10 de Abril de 2018

Ninguém resiste a uma boa refeição, mas quando o prato é goiano, aí fica ainda mais irresistível. O tempero caseiro, que parece ter saído diretamente da cozinha da vovó, faz a cabeça de todos os brasileiros, como nós temos um restaurante que serve nossas iguarias, decidimos separar 5 pratos tradicionais da nossa culinária.

1. Empadão Goiano

Muita gente conhece a empadinha, mas você já experimentou o “Empadão Goiano”? Olha, só: massa fininha embaixo, mediana em cima e levemente queimada nas laterais. No recheio, frango desfiado, azeitona, pedacinhos de linguiça caseira e o ingrediente mais goiano de todos: GUEROBA, nome carinhoso em Goiás da Guariroba, aquele palmito amargo natural do cerradão.

2. Arroz com Pequi

Ahhh, o tal do pequi é bão demais da conta. O pequi é um fruto típico do cerrado e pode ser feito de várias formas, como no molho de frango, na panelinha e no arroz branco, que fica amarelinho e saboroso. Dica do hotel: por favor não morda o pequi, pois ele é recheado de espinhos que grudam na língua. A forma correta de comer é roendo sua camada amarela, sem se atrever a ultrapassar a camada mais dura.

3. Pamonha Goiana

Dizem que a pamonha de Goiás é a melhor do Brasil. Até hoje as famílias e amigos se juntam para fazer pamonha. Inclusive as crianças participam, descascando o milho. Quem não tem tempo, sempre compra a pamonha pronta. Prova disso são as dezenas de pamonharias de Goiânia, sempre cheias. Os sabores mais pedidos são a pamonha de doce, a de sal e a pamonha mista, que vem com um pedacinho de linguiça dentro. Na hora de comer, o ritual de desembrulhar a pamonha deixa qualquer goiano com água na boca.

4. X-Tudo do Pitdog

Ninguém sai da balada em Goiânia sem passar no pit-dog depois. Mas afinal, o que é um pit-dog? Essa palavra se refere a pequenas lanchonetes de rua, a maioria no meio das praças das cidades. No cardápio, sanduíches de todo tipo. O que mais sai é o X-Tudo, um hambúrguer mata-fome que leva queijo, ervilha, milho, presunto, salsicha, ovo e qualquer coisa que você imaginar. Para acompanhar, o mais comum é pedir um “creme”, ou seja, uma vitamina de fruta batida com leite.

5. Panelinha

A panelinha é um nome gourmet e recente de uma das mais deliciosas invenções da culinária goiana: uma espécie de risoto rústico, com arroz, carne ou frango e temperos a gosto como pimenta de cheiro, açafrão e claro, pequi.

Agora você já sabe, a culinária goiana é imperdível, e só é bobo quem não experimenta. Então, pega essa dica e vem curtir o verdadeiro sabor de Goiás.